domingo, maio 09, 2010

Por isso está aqui, para esquecer alguém?

E dizem que é verdade que quando você se afasta, você esquece alguém. Não quando se está envolvido platônicamente. A escada que você constrói para ter esse alguém é tão alta que você fica até com medo de altura e desiste de subir. Nunca é bom subir num lugar alto sem devida proteção. Então você concorda que o bom mesmo é ficar no chão. Desiste de subir e fica sentado ao pé da escada esperando um dia dar as costas pra ela, ou espera subir pra cair e ficar estatelado e machucado no chão, ou correr o risco de subir e dar certo (a opção mais impossível). Viu, essa ala dos parênteses é para aqueles que foram até a metade de escada, cairam e ainda estão estatelados e machucados no chão. É, eu sou uma dessas pessoas. Sou da ala dos parênteses. Mas já subi duas vezes até o fim da escada. E acabei caindo lá de cima no final. Acho que as pessoas sempre caem. Por mais que fiquem passeando durante algum tempo no jardim do relacionamento e da união, acabam dando uma tropeçada certeira e caindo escada abaixo. E quando resolvem tentar de novo vêem que faltam alguns degraus, e não dá mais pra subir. Não há 'band aid' que cole isso.
O coração da gente fica aos tropeços. Esbarrando em números, placas, lugares. Tudo isso é parte da escada que você não pode subir. Algo que você construiu com tanto esforço e pensamento e que não pode ser seu. Às vezes eu chego a pensar que é o nosso pessismismo que faz com que as coisas não dêem certo. Porque quando você coloca algo na cabeça e mentaliza, o mundo dá as voltas necessárias para aquilo um dia ser seu. Ser pessimista nunca ajudou em nada. O que faz com que chegamos a conclusão de que não queremos subir na escada. Gostamos do fato de podermos tentar subir pra não aceitar a idéia de que está tudo fechado pra reforma e passarmos por aquilo como passamos por qualquer prédio em construção: Indiferentes.
Nós gostamos de sofrer por amor porque o mundo se apresenta mais leve e mais romântico. Esquecer alguém que não se tem é fácil. O difícil mesmo é ter que ficar repassando as coisas pra lembrar que você está apaixonado por alguém que não quer estar apaixonado por você. E com isso sofrer e se identificar com  alguma parte da população mundial que também sofre por amor não correspondido.

Um comentário:

Mauricio disse...

Te amo!E o meu jeito de amar é querer bem.Não sabe ferir conscientemente, de propósito ou com intenção, a não ser a mim mesmo.Só te quero bem...